Como se diagnostica a rosácea?

Geralmente, a rosácea pode ser diagnosticada através do exame clínico realizado por um dermatologista. Em alguns casos, pode ser necessário realizar uma biópsia cutânea, por forma a distinguir a rosácea de outras doenças semelhantes, como as enumeradas no capítulo “tipos de rosácea”. Não existem alterações laboratoriais consistentes na rosácea, pelo que normalmente não são necessárias análises sanguíneas para o diagnóstico. As pústulas são normalmente estéreis, pelo que as culturas de bactérias são também praticamente dispensáveis. Em caso de descamação, deverá excluir-se a hipótese de infecção fúngica realizando uma preparação e cultura de fungos. Os olhos são frequentemente afectados, o que requer um exame oftalmológico. A doença pode por vezes começar nos olhos, sem quaisquer lesões cutâneas.

DermIS.net Uni Heidelberg