Tratamento – Fase III

Tópico

Os medicamentos tópicos referidos para a rosácea de fase II podem também ser usados na fase III.

Sistémico

Para além do tratamento tópico, recomenda-se a administração sistémica de isotretinoína para o tratamento da rosácea de fase III. A isotretinoína oral é eficaz no tratamento da rosácea numa dose de 0,1 – 0,5 mg/kg de peso. Os riscos e os efeitos adversos deste fármaco devem ser tidos em consideração, podendo limitar a sua utilização.
Nota: No caso de doentes do sexo feminino em idade fértil, é imperativo o uso de métodos contraceptivos eficazes, dado o potencial teratogénico deste fármaco. É necessária a monitorização regular dos níveis de colesterol e triglicéridos, bem como das enzimas hepáticas, durante o tratamento. O tratamento concomitante com isotretinoína e com tetraciclinas orais não é indicado, pois poderia provocar um aumento na pressão intracraniana. A isotretinoína pode agravar a rosácea oftalmológica. .

Caso se desaconselhe o tratamento de um doente com isotretinoína, recomenda-se o uso de antibióticos orais como o
cloridrato de tetraciclina 1 – 1,5 g diários
a minociclina 100-200 mg diários
durante vários meses.

DermIS.net Uni Heidelberg