Informação geral

Tipos de rosácea

Factores agravantes

Tratamento

Exemplos de casos

Informação do utilizador
 Go!
EnglishDeutschEspañolFrançaisPortuguêsRussianTurkey
home


feedback
resources
FAQ
disclaimer
team info
site map

Perguntas mais frequentes

A minha mulher sofre de rosácea. Posso contrair também a doença?
Não, a rosácea não é uma doença infecciosa e não se transmite por contacto físico.


Tenho rosácea na zona central do rosto. Isso significa que a doença irá alastrar para outras partes do corpo?
A rosácea pode afectar outras zonas do corpo, como o pescoço, o tórax e as costas, mas é raro.


Recuperei da rosácea. A recorrência é frequente? Como posso evitá-la?
Os doentes precisam de um calendário terapêutico que é determinado pela fase e pela gravidade da doença, sendo muitas vezes necessário continuar a terapêutica quando persistem lesões menores. Mesmo depois de curados, os doentes continuam a apresentar predisposição para a ruborização e desenvolvimento de lesões relacionadas com a rosácea. Os doentes devem prevenir os factores agravantes.


Estou submetido a terapêutica com isotretinoína para o tratamento da rosácea. Durante quanto tempo tenho de continuar a terapêutica?
A administração de isotretinoína é normalmente recomendada numa dose de 0,1 – 0,5 mg/kg peso. A posologia e a duração do tratamento depende da gravidade da doença. O plano terapêutico deve ser estabelecido pelo seu dermatologista e tem de ser rigorosamente cumprido.tratamento depende da gravidade da doença. O plano terapêutico deve ser estabelecido pelo seu dermatologista e tem de ser rigorosamente cumprido.


Posso voltar a utilizar os meus produtos de cosmética quando a rosácea melhorar ou estiver curada?
Normalmente, os doentes com rosácea têm uma pele mais vulnerável a estímulos químicos e físicos do que as pessoas não afectadas pela doença. Portanto, recomendamos a utilização de produtos especiais para os doentes com rosácea, produtos que têm mais em conta os problemas de pele, como a seborreia e a vasodilatação. Deve utilizar protectores solares aquando da exposição ao sol. Os agentes de uso tópico que contenham ingredientes vasoestimulantes não devem ser aplicados.


Há alguma dieta que ajude a curar a rosácea?
Não, não há nenhuma dieta específica para a rosácea. Os doentes que sofram de rosácea não devem ingerir alimentos quentes nem condimentados, bebidas alcoólicas ou bebidas quentes, já que este tipo de alimentos pode induzir a ruborização e, portanto, provocar vasodilatação, que agrava a rosácea.


A rosácea é equivalente a uma reacção alérgica?
Não, a rosácea não é uma reacção alérgica. O mecanismo que está na sua origem é totalmente diferente. Pode acontecer que um doente com rosácea desenvolva também alergia por contacto, mas a frequência com que isto acontece é a mesma nos indivíduos não afectados pela doença.


Os doentes com acne desenvolvem frequentemente rosácea?
Não, trata-se de doenças diferentes. Há uma semelhança clínica com a acne em algumas fases e em alguns doentes, mas se o doente desenvolver apenas uma das doenças, isso não significa que vá desenvolver a outra.


A rosácea provoca cicatrizes?
Normalmente, a rosácea não provoca cicatrizes. O espessamento e a aspereza da pele podem manter-se durante algum tempo após o desaparecimento das lesões agudas. Nas formas graves da doença, como na rosácea fulminante e na rosácea conglobata, pode haver formação de cicatrizes, principalmente em caso de predominância de nódulos, abcessos e fístulas.

Evidências anteriores sugerem que, geralmente, a predisposição para a formação de cicatrizes tem origem familiar, mas este facto ainda não foi provado. Os doentes não devem espremer ou apertar as lesões, uma vez que isto provoca muitas vezes a formação de cicatrizes.



 Classifique o nosso site:

Gostaríamos de saber a sua opinião acerca deste site

Classifique o nosso site
DermIS.net Uni Heidelberg